Governança Corporativa

 

 

A CBA possui uma tradicional cultura empresarial e de boas práticas de gestão que foram desenvolvidas ao longo de sua história. A partir de diretrizes de governança corporativa, denominadas “DNA Votorantim”, bem como nossas crenças e valores, nossa organização estabeleceu um sistema de governança, composto da seguinte forma: Assembleia de Acionistas (delibera), Conselho de Administração (delibera), Comitê de Auditoria (assessora), Comitê de Pessoas (assessora) e Diretoria (delibera e executa).

 

Compliance

A CBA se preocupa em gerir os negócios com integridade e transparência, buscando sempre altos padrões éticos.

Desde 2013, a CBA estabeleceu seu Programa de Compliance, com base nos valores, crenças e Código de Conduta da Votorantim. A cada ano, vem aprimorando as práticas do dia a dia, não apenas com uma liderança engajada, empregados, mas envolvendo toda a sua cadeia de stakeholders.

O pilar de Anticorrupção do Programa de Compliance continuou sua evolução, consolidando o comprometimento com a constante busca pelas melhores práticas, incentivando o combate à corrupção e aos danos causados por ela nas esferas política, econômica e social. O objetivo é disseminar entre todos os clientes, funcionários, acionistas, fornecedores, poder público, mídia, comunidade e sociedade em geral a amplitude e a relevância do tema, garantindo que a sua eficácia resulte em proteção e preservação de valor para as empresas.

A CBA disponibiliza um canal chamado Linha Ética e incentiva o relato de qualquer suspeita de atos. A Linha Ética assegura uma forma de realizar denúncias de maneira confidencial e anônima. Todos os relatos são apurados e direcionados de acordo com as políticas internas e a legislação vigente. Os programas e as políticas da CBA seguem em evolução constante, sedimentando suas boas práticas e se adaptando às novas realidades.

Clique aqui e conheça a Política Anticorrupção da CBA